Buscar

O que você precisa saber ao instalar um sistema CFTV

Na hora de adquirir câmeras e outros equipamentos para um circuito fechado de televisão, ou CFTV, a mesma grande dúvida aparece para a maioria das pessoas: é melhor comprar tecnologia analógica ou IP? Além dessa, ainda existem as opções de câmeras HD. Qual a melhor opção? Até profissionais de segurança tem dúvidas nessa hora.


As diferenças entre os tipos de câmera e suas tecnologias são muitas e não há uma resposta única aqui. Todas tem vantagens e desvantagens. A melhor opção para você vai depender de alguns fatores que vamos explicar agora.


1. O Sistema

Antes de falarmos sobre câmeras em si, vamos começar falando de todo o sistema do CFTV. É importante entender que, ao optar por um tipo de câmera, você necessariamente opta por um certo tipo de sistema com tecnologia, cabos, equipamentos e possibilidades diferentes.


As câmeras analógicas, primeiras a se popularizarem na segurança, funcionam em um sistema também analógico, ou seja, transmitem as imagens através de cabos coaxiais até entradas AV.


Você pode optar por ligar a câmera diretamente em um monitor mas, se quiser fazer a gravação das imagens, precisará conectá-las antes em um aparelho DVR (Digital Video Recorder).


Uma câmera analógica sempre precisará de dois cabos conectados a ela, o cabo coaxial para transmissão das imagens e outro para a alimentação de energia. No fim, seu sistema de CFTV ficará basicamente assim:




Já as câmeras IP são equipamentos digitais que funcionam em um sistema de rede, como LAN, Intranet ou Internet. De forma simplificada, uma câmera IP é como um computador, que consegue receber e enviar dados pela rede, seguindo a grande tendência mundial de IoT – Internet das Coisas.


A rede IP é bem mais flexível que a analógica e você poderá fazer o gerenciamento das imagens em um aparelho NVR, computador ou até mesmo em nuvem. Há câmeras que já vem com memória interna ou cartão de memória para gravação de imagens no próprio dispositivo, mas a capacidade de processamento e armazenamento são bastante restritas.




As câmeras IP precisam de somente um fio de rede, que já trafega os dados e alimenta a energia das câmeras. Também é possível acessar a câmera via wi-fi.


2. Acesso Remoto

Um recurso muito procurado atualmente é o acesso remoto às imagens das câmeras. Tanto as câmeras analógicas quanto as IP podem ser acessadas remotamente. A grande diferença é que as câmeras IP já estão adaptadas para esse uso, enquanto as câmeras analógicas precisarão ser conectadas a um DVR que converterá o sinal analógico em sinal digital, para só aí ser possível a transmissão das imagens via internet.


Ou seja, o processo e instalação são mais fáceis com as câmeras IP. Algumas inclusive já acompanham aplicativos de celular próprios para facilitar o acesso.

É bom alertar que sempre que uma câmera ou DVR é conectado à internet há o risco de invasão por hackers.


3. Qualidade de Imagem

Uma das principais vantagens das câmeras IP em relação às opções analógicas é justamente a qualidade de imagem. Hoje, câmeras IP já fornecem imagens HD e até resoluções mais altas como 4K.


A alta resolução é que possibilita zoom na imagem sem perda de qualidade para reconhecimento de rostos, placas, etc. Mas, hoje em dia, há ainda uma terceira opção: as câmeras HD. Essas câmeras possuem qualidade de imagem HD e podem utilizar sistemas e cabeamento analógicos, como as câmeras HDTVI, HDCVI e AHD.


Veja este vídeo que compara a resolução de uma câmera analógica, HD e IP:

A qualidade de resolução das câmeras em si é importante, porém não é tudo que deve ser analisado. Todo o sistema de CFTV interfere na qualidade final das imagens, principalmente o cabeamento.


Se você possui um sistema IP, não terá problemas com perda de qualidade da imagem. Isso acontece pois se tratar de um sinal digital que não sofre perda durante sua transmissão. Agora, se você possui um sistema analógico, terá que tomar alguns cuidados para que a qualidade da sua imagem não seja comprometida no processo de transmissão.


Quanto maior a distância que o sinal analógicos tem que percorrer via cabo coaxial, maior a interferência e perda de qualidade. Por isso, câmeras analógicas não são mais recomendadas para operações de segurança muito grandes. Os cabos também devem ser mantidos em bom estado de conservação, pois defeitos em sua malha também podem causar interferência nas imagens.


Muitas pessoas optam por comprar cabos coaxiais de baixa qualidade a fim de reduzir custos do projeto, mas isso pode acabar comprometendo as imagens e não valer a pena.

Também é bom saber que se você está operando um sistema CFTV analógico, as imagens chegarão a seu DVR e monitor em tempo real, sem nenhum atraso. Já os sistemas IP apresentam um pequeno delay.


4. Custo

De fato, a tecnologia IP está se expandindo em todo o mundo, porém as câmeras analógicas ainda são maioria. Mas, antes de optar pelas câmeras IP, é necessário comparar seu custo benefício, e essa análise vai bem além do preço das câmeras em si.


Os benefícios do sistema IP tem seu custo: as câmeras IP ainda possuem um preço bastante elevado em relação às analógicas e podem não ser acessíveis para todos. Na verdade, fazer a transição para tecnologia IP pode não ser uma boa ideia ainda em algumas situações.


Uma grande vantagem dos sistemas analógicos que pode fazer você economizar bastante é a compatibilidade total entre aparelhos de diferentes fabricantes. Hoje há uma variedade muito maior de câmeras analógicas que IP no mercado. Tudo isso te dará mais flexibilidade para comprar equipamentos melhores ou mais baratos, mesmo que sejam de um fabricante diferente dos que você possui. Problemas com compatibilidade já são mais comuns nos sistemas IP e você pode ser “obrigado” a adquirir equipamentos de determinada marca.


A flexibilidade do sistema analógico neste sentido também te possibilita melhorar em muito a qualidade do seu CFTV sem precisar investir em um sistema IP completamente novo com as câmeras HD. Uma vez que essas câmeras também utilizam cabos coaxiais, você poderá manter todo o cabeamento analógico que já possui e economizar bastante.


As câmeras HD são mais caras que as analógicas tradicionais, porém ainda bem mais baratas que as opções IP. É um meio termo que pode te entregar ótima qualidade com um investimento consideravelmente menor. É possível que você tenha que trocar seu aparelho DVR por uma opção híbrida, mas ainda sim o custo geral será bem menor que refazer todo seu CFTV.


Por outro lado, as câmeras IP utilizam um sistema de rede para funcionar e, hoje em dia, é muito comum que empresas já possuam esse tipo de sistema para outros fins. A boa notícia é que, se esse é o caso da sua empresa, é possível utilizar a rede já existente também para o sistema de câmeras. Além disso, se já existe uma rede, é provável que também já exista uma equipe de TI responsável pela sua manutenção. Essa mesma equipe pode realizar as manutenções necessárias na rede para o CFTV, eliminando a necessidade de se contratar terceirizados específicos para o sistema de câmeras, como acontece com as opções analógicas.


Já falamos sobre como as câmeras analógicas não são recomendadas para sistemas de grande extensão. Neste caso, o maior investimento em um CFTV IP é justificado. Não adianta economizar no sistema se ele não entregar as imagens com a qualidade que você precisa. Além disso, quanto maior a operação, mais os custos dos aparelhos IP são otimizados a médio e longo prazo. Ou seja, se você é responsável por um grande CFTV, provavelmente as câmeras IP são a melhor opção para você em questão de qualidade e custos.


5. Tecnologia

Hoje, cada vez mais novidades tecnológicas para o CFTV chegam ao mercado. São câmeras com inteligência artificial, visão noturna, análises em tempo real e muitas outras funcionalidades impressionantes. Porém, naturalmente, esses recursos são mais desenvolvidos para tecnologias IP.


Apesar de tecnologia para as câmeras analógicas não ser tendência, existem sim recursos tecnológicos avançados e também funcionam com essa tecnologia, como é o caso do SmartVision. O SmartVision é uma solução de análise inteligente de vídeo que transforma qualquer câmera, seja analógica ou digital, em aparelhos inteligente capaz de detectar pessoas e automóveis nas imagens de forma autônoma.


A análise inteligente de vídeo, ou vídeo analítico, é uma grande tendência de segurança no Brasil e no mundo. Além de aumentar a assertividade do monitoramento, essa tecnologia tem ajudado a reduzir seus custos em pequenas, médias e grandes empresas. Apesar de soluções como essa serem compatíveis com os dois tipos de tecnologia, é uma tendência que as novidades tecnológicas sejam cada vez mais desenvolvidas para sistemas IP.


Concluindo

Escolher entre câmeras IP ou analógicas pode realmente não ser uma tarefa fácil e vai depender totalmente da sua situação atual. De modo geral, se você possui um bom orçamento e está disposto a investir em um CFTV de alta qualidade, as câmeras IP são a melhor opção para você. Porém, este nem sempre é o caso e ainda há muitas formas de se ter uma sistema analógico de extrema qualidade e que caiba no seu bolso. Se esse for seu caso, opte pela câmeras HD, elas provavelmente são o melhor custo benefício a curto prazo que você conseguirá encontrar hoje no mercado.


Por fim, é bom lembrar que, além dessas dicas, existem várias especificações técnicas que influenciarão a qualidade e custo do seu CFTV. Por isso, é essencial que você tenha o apoio de um profissional confiável e qualificado tecnicamente para te ajudar a tomar as melhores decisões para sua segurança eletrônica.



Fonte:

http://revistasegurancaeletronica.com.br/diferencas-entre-cameras-ip-analogicas-e-hd/

http://serenarseguranca.com.br/cameras-ip/

0 visualização

© 2020 - Suportebox Informática. 

logo supotebox.png